28 de dez de 2011


"O que importa para um pintor, porém, não é a realidade de uma coisa, mas a sua forma, e o que importa para um romancista não é o curso dos acontecimentos, mas a sua sequência, e o que importa para um memorialista não é a correção factual do que conta, mas a a sua simetria." p.308. Orhan Pamuk.

Nenhum comentário:

Postar um comentário