30 de ago de 2009

The Last Station - Liev Nicoláievitch Tolstói

The Last Station

Poema da Gare de Astapovo

O velho Leon Tolstoi
Fugiu de casa aos oitenta anos*
E foi morrer na Gare de Astapovo!
Com certeza sentou-se a um velho banco,
Um desses velhos bancos lustrosos pelo uso
Que existem em todas as estaçõezinhas pobres do mundo
Contra uma parede nua...
Sentou-se ...e sorriu amargamente
Pensando que
Em toda a sua vida
Apenas restava de seu a Glória,
Esse irrisório chocalho cheio de guizos e fitinhas
Coloridas nas mãos esclerosadas de um caduco!
E então a Morte,
Ao vê-lo tão sozinho aquela hora
Na estação deserta,
Julgou que ele estivesse ali a sua espera,
Quando apenas sentara para descansar um pouco!
A morte chegou na sua antiga locomotiva
(Ela sempre chega pontualmente na hora incerta...)
Mas talvez não pensou em nada disso,
O grande Velho,
E quem sabe se até não morreu feliz:
ele fugiu... Ele fugiu de casa...
Ele fugiu de casa aos oitenta anos de idade*...
Não são todos que realizam os velhos sonhos da infância!

Mário Quintana

*82 anos (grifo meu)

29 de ago de 2009

Outras frequencias

“Seria mais fácil fazer como todo mundo faz:
o caminho mais curto, produto que rende mais
Seria mais fácil fazer como todo mundo faz:
um tiro certeiro, modelo que vende mais

Mas nós dançamos no silêncio,
choramos no carnaval
não vemos graça nas gracinhas da tv,
morremos de rir no horário eleitoral

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz:
sem sair do sofá, deixar a ferrari pra trás
Seria mais fácil, como todo mundo faz:
o milésimo gol sentado na mesa de um bar

Mas nós vibramos em outra freqüência,
sabemos que não é bem assim
Se fosse fácil achar o caminho das pedras,
tantas pedras no caminho não seria ruim…

[Outras Frequências - Engenheiros do Hawaii]

27 de ago de 2009

A Implosão da Mentira (ou o episódio do Riocentro-fragmentos) Affonso Romano de Sant'Anna

A Implosão da Mentira
(ou o episódio do Riocentro-fragmentos)
Fragmento 1.


Mentiram-me. Mentiram-me ontem
e hoje mentem novamente. Mentem
de corpo e alma, completamente.
E mentem de maneira tão pungente
que acho que mentem sinceramente.

Mentem, sobretudo, impune/mente.
Não mentem tristes. Alegremente
mentem. Mentem tão nacional/mente
que acham que mentindo história afora
vão enganar a morte eterna/mente.

Mentem. Mentem e calam. Mas suas frases
falam. E desfilam de tal modo nuas
que mesmo um cego pode ver
a verdade em trapos pelas ruas.

Sei que a verdade é difícil
e para alguns é cara e escura.
Mas não se chega à verdade
pela mentira, nem à democracia
pela ditadura.

A Implosão da Mentira
(ou o episódio do Riocentro-fragmentos)
Fragmento 2.

Evidente/mente a crer
nos que me mentem
uma flor nasceu em Hiroshima
e em Auschwitz havia um circo
permanente.

Mentem. Mentem caricatural-
mente.
Mentem como a careca
mente ao pente,
mentem como a dentadura
mente ao dente,
mentem como a carroça
à besta em frente,
mentem como a doença
ao doente,
mentem clara/mente
como o espelho transparente.
Mentem deslavadamente,
como nenhuma lavadeira mente
ao ver a nódoa sobre o linho.Mentem
com a cara limpa e nas mãos
o sangue quente.Mentem
ardente/mente como um doente
em seus instantes de febre.Mentem
fabulosa/mente como o caçador que quer passar
gato por lebre.E nessa trilha de mentiras
a caça é que caça o caçador
com a armadilha.

E assim cada qual
mente industrial? mente,
mente partidária? mente,
mente incivil? mente,
mente tropical?mente,
mente incontinente?mente,
mente hereditária?mente,
mente, mente, mente.
E de tanto mentir tão brava/mente
constroem um país
de mentira
-diária/mente.

25 de ago de 2009

E então o quê?

"...Os fugazes instantes de comunhão ante a beleza que algumas vezes experimentamos ao lado de outros homens, os momentos de solidariedade ante a dor, são como frágeis e transitórias pontes sobre o abismo sem fundo da solidão...Por que se há de alcançar o absoluto, como dizem os filósofos, mediante o conhecimento racional de todas as experiências, e não por algum êxtase repentino e instantâneo que ilumine subitamente os vastos domínios do absoluto? (...) Por que buscar o absoluto fora do tempo e não nesses instantes fugazes mas poderosos nos quais, ao escutar algumas notas musicais, ou ao ouvir a voz de um semelhante, sentimos que a vida tem um sentido absoluto?
Este é para mim o sentido da esperança e o que, apesar da minha sombria visão da realidade, me soergue para a luta.
Todo o horror dos séculos passados e presentes, na longa e difícil história do homem, é inexistente para cada criança que nasce e para cada jovem que começa a crer..."

Sábato, Ernesto. Homens e engrenagens: reflexões sobre o dinheiro, a razão e a derrocada de nosso tempo, 1993.

20 de ago de 2009

Humor semiótico

"Havia duas pessoas conversando:
- O que você faz?
- Eu estudo Semiótica.
- Semi-ótica? Ótica pela metade?
- Não...
- Semiótica...estudo dos símios?
- Não, a Semiótica estuda os signos.
- Ah, então você é astrólogo!"

Inspirado do livro "O que é Semiótica" de Lúcia Santaella)
In: Língua Portuguesa: conhecimento prático

19 de ago de 2009

Partes conjuntas

Aproveito meu último dia de férias, e deixo-me tocar por um deus desocupado ...
Que enfiando seu dedo em mim, me encontrou desocupada prá fazer uns versos assim:

Sei que não sou uma, mas sou várias
Dispostas em escalas movediças
Umas são verdadeiras, outras são falsárias
Umas são próprias, outras são postiças

Estranho as que são atrapalhadas
E convivo com as metidas e atrevidas
No convívio com as esquecidas e as diárias
Me misturo até com as escondidas

Vou vivendo com elas como posso
Sem nenhuma intenção de separá-las
Porque fazem parte de um total

Cada uma tem um pouco do universo
E se fazem dia a dia com sucesso,
Com as migalhas do que chamam: Não Dual

18 de ago de 2009

A revolução dos bichos George Orwell

Ontem sentei para ler e coxilei,
Imaginem se tivesse deitado...
teria quem sabe até sonhado .

Será que o sonho é diferente da realidade ?
Ou a realidade é parte dos sonhos que sonhamos?

...em matéria de igualdade...sei lá...
... na matéria publicada ... eis aqui :
... em matérias passadas , leia lá ...


"Durante um ou dois minutos ficaram olhando a parede alcatroada com o grande letreiro branco. Minha vista está falhando - disse ela, finalmente. - Mesmo quando eu era moça não conseguia ler o que estava escrito aí. Mas parece-me agora que parede está meio diferente. Os sete Mandamentos são os mesmos de sempre, Benjamim? Pela primeira vez, Benjamim consentiu em quebrar sua norma e leu para ela o que estava escrito na parede. Nada havia, agora, senão um único Mandamento, dizendo: TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS MAS ALGUNS ANIMAIS SÃO MAIS IGUAIS DO QUE OS OUTROS."

CONHECIMENTO PRÁTICO LITERATURA. São Paulo: Escala,2004-. Continuação de Discutindo literatura. ISSN 1984-3674

"Doze vozes gritavam, cheias de ódio, e eram todas iguais. Não havia dúvida agora quanto ao que sucedera à fisionomia dos porcos. As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já era impossível distinguir quem era homem, quem era porco"

17 de ago de 2009

13 de ago de 2009

Crimes e Pecados

”Durante toda a nossa vida, enfrentamos decisões penosas, escolhas morais. Algumas delas têm grande peso. A maioria não tem tanto valor assim. Mas definimos a nós mesmos pelas escolhas que fizemos. Na verdade, somos feitos da soma total das nossas escolhas. Tudo se dá de maneira tão imprevisível, tão injusta, que a felicidade humana não parece ter sido incluída no projeto da Criação. Somos nós, com nossa capacidade de amar, que atribuímos um sentido a um universo indiferente. Assim mesmo, a maioria dos seres humanos, parece ter a habilidade de continuar lutando, e até de encontrar prazer nas coisas simples como sua família, seu trabalho, e na esperança que as futuras gerações alcancem uma compreensão maior.” Trecho final do filme Crimes e Pecados, de Woody Allen.

12 de ago de 2009

História pra boi dormir

Sonhei que estava dormindo na casa da minha irmã em Canoas. A casa estava cheia de gente porque era dia de inauguração. Subi as escadas para fugir um pouco do aperto e do burburinho e lá em cima o que encontro? Uma holandesa! Vaquinha malhada e bonita, com cara sorridente, um laço vermelho no pescoço e uma estrela na testa.
A vaca me olhou, eu olhei a vaca e pensei:
-O que deu na cabeça da minha irmã ter uma vaca dentro da casa nova?
Minha mãe que subiu as escadas comigo disse: "- Essa vaca é admirável! imagina Nita, ela sobe e desce a escada e não suja nada dentro de casa!"
E a vaquinha começou a descer a escada delicadamente, pisando de leve em cada degrau e olhando para minha cara de espanto.
Comentei com a vizinha da minha irmã, que desatou a rir e me sugeriu jogar. Corri à Sortecerta Loterias e fiz um Bolão Mega Sena! A minha Sorte certa não estava tão certa! Devia mesmo é ter jogado no bicho.
Só joguei no bicho uma vez, na vila Esperança, perto da Escola onde dou aulas.
Naquele dia havia sonhado que um gato tinha caído do telhado, joguei errado porque daquela vez não deu gato, saiu o Burro!
Um dia aposto na certa.

Fonte:
Sortecerta Lot. Ltda
Sorteio 12.08.2009
Valor: R$ 5,00
Concurso: 1099
Grupo: 9
Canoas, Rio Grande do Sul
Brasil

Dezenas escolhidas para os jogos
Jogo 01: 12 35 38 45 49 52
Jogo 02: 05 08 15 25 45 56
Jogo 03: 02 10 18 23 25 32
(...)
BOA SORTE!!!


Eu sou muito ingênua ou muito burra. Como nunca me considerei ingênua...

11 de ago de 2009

Férias

Pois é as férias estão indo, o recesso também. Embora tenha viajado de noite e dia, felizmente não bailei em nenhuma curva da estrada, nem deixei bailarem nas curvas do meu coração.
Viajei de carro, viajei de ônibus, viajei de avião. Viajei de dia, e de noite. O único inconveniente da viagem noturna foi não poder botar o olho na estrada e ver passar-boi, passar-boiada.
Como gosto de viajar, como gosto de andar! O que não gosto mesmo nunca é de chegar. Vou inventar um dia uma viagem para lugar nenhum. Só ida e só volta. Sem malas para desarrumar..., não dormirei em hotéis, não pedirei informações, não descansarei de dirigir, porque o que me agrada mesmo é o ir e o vir.

10 de ago de 2009

Romances

"Só não se acabou de averiguar ainda se é o romance que impede o homem de esquecer-se, ou se é a impossibilidade do esquecimento que o leva a escrever romances." José Saramago

8 de ago de 2009

Ainda sobre A Peste

"... agora aceitavam a confusão. Sem memória e sem esperança, instalavam-se no presente. Para eles, tudo na verdade se tornava presente. É preciso dizer que a peste suprimira em todos o amor e a amizade. Porque o amor exige um pouco de futuro - e já não havia para nós senão instantes... " Albert Camus. A peste

"Gosto mais dos vencidos que dos santos. O heroismo e a santidade não me atraem, desejo ser um homem."p.234

"Ouvindo o rumor alegre da cidade, Rieux pensava que essa alegria estava sempre ameaçada. A multidão festiva ignorava o que se pode ler nos livros: o bacilo da peste não morre nem desaparece, fica dezenas de anos a dormir nos móveis e nas roupas, espera com paciência nos quartos, nos porões, nas malas, nos papéis, nos lenços - e chega talvez o dia em que para desgraça e ensinamento dos homens, a peste acorda os ratos e os manda morrer numa cidade feliz." p. 281

7 de ago de 2009

A peste, Albert Camus

Os excluídos

Em épocas de epidemias e pandemias,
De recessos, férias e acréscimos de dias
Nada melhor que reler velhos livros de noite e de dia
Que tratam das mesmas histórias do nosso dia a dia



de sustos e surtos, ou de, calmarias
do que ocorre no sul, do que ocorre no norte
do perigo iminente, latente... falta de sorte?
quando não há igualdade na vida,
porque haveria de haver igualdade na morte?

"Não há igualdade na morte". Albert Camus

"Sim, depois de tudo, estávamos pendurados num fio, e três quartos da população, três quartos exatamente, impacientavam-se por fazer o movimento imperceptível que os inutilizaria" p.40
(...)
"De uma oficina próxima vinha o silvo rápido e contínuo de uma serra mecânica....Estava ali a certeza, no trabalho diário. O resto se prendia a fios, a movimentos insignificantes. Para que pensar nisso? O essencial era cumprir o dever." p.41

"..dar às belas ações importância demasiada equivale a render homenagem indireta ao mal. Pois desse modo damos a entender que as belas ações valem porque são raras, e nas ações dos homens são mais frequentes a maldade e a indiferença. (...) Os males do mundo provem quase sempre da ignorância, e a boa vontade, quando não a esclarecem, pode causar tantos danos quanto a maldade. Os homens são mais frequentemente bons que maus. Ignoram, contudo, mais ou menos, a isto chamam virtude, àquilo vício, e o vício mais desesperador é a ignorância, que presume saber tudo e se arroga o direito de matar." p.121

CAMUS, Albert. A peste. Rio de Janeiro: Editora Record.

6 de ago de 2009

Ainda sobre Daniel Defoe

Defoe escreveu panfletos, tratados, artigos e novelas
Foi comerciante, negociante e até mercador
Teve família com 8 filhos, uma
trading company e uma olaria
Não era erudito, apesar da boa educação
Foi talvez um democratizador da informação.

Conquistou o leitor comum, leigo e pouco escolarizado
Sendo pelos intelectuais e eruditos muito criticado
Foi preso e viveu fugindo de credores também
sendo desprezado intelectualmente entre as "gentes de bem"

Fazia versos, do tipo que eu adoro,
só que sabia criticar a hipocrisia
como este famoso verso feito com destreza
que fala das falsas virtudes inglesas.


"Onde quer que Deus erga uma igreja
O Diabo vai lá e constrói um altar
Depois, basta prestar atenção,
Para ver que é dele a maior congregação"

“É tão válido representar um modo de aprisionamento por outro, quanto representar qualquer coisa que de fato existe por alguma coisa que não existe.”

5 de ago de 2009

Um diário do ano da peste

"Todo mundo tinha a morte à sua porta, muitos na sua própria família, sem saber o que fazer ou para onde fugir. Isso acabou com toda compaixão. Autopreservação, na verdade, parecia ser a primeira lei. As crianças fugiam de seus pais abatidos pelo pior sofrimento. Em alguns lugares, embora não tão frequentemente como em outros, pais fizeram o mesmo com seus filhos. (...)
Não dá para ficar muito surpreso: o perigo da morte imediata nos tirou o sentido do amor e de toda consideração para com o próximo." pág.135

Defoe, Daniel. Um diário do ano da peste.

"Terrível peste este em Londres
no ano de sessenta e cinco
cem mil almas levou consigo
mesmo assim, estou vivo!"


"Mas ninguém consegue explicar o poder do medo quando ele toma conta da mente." pág. 272

4 de ago de 2009

Roube ¿

A frase abaixo foi roubada de tantos lugares que é quase domínio público!

Foi roubada de palestras, blogs, citações, livros e agora aqui, publico:

“Roube de qualquer lugar que resulte em inspiração ou incendeie sua imaginação.
Devore filmes, músicas, livros, pinturas, poemas, fotos, conversas, sonhos, árvores, arquitetura, placas de rua, luz e sombras.
Escolha para roubar apenas coisas que falem direto à sua alma. Se fizer isso, seu trabalho (e roubo) será autêntico.
A autenticidade é inestimável.
A originalidade não existe.
Não se dê ao trabalho de ocultar seu roubo.
Celebre-o se quiser.
Lembre-se o que Jean Luc Godard disse: “Não importa de onde você tira as coisas – importa é para onde você as leva."

1 de ago de 2009

Gripe A

Como se pega a nova gripe?
Da mesma forma da gripe comum: pelo espirro, tosse ou contato indireto com secreções respiratórias de quem está infectado.
A nova gripe é muito perigosa?
Até agora, os casos registrados no Brasil e no mundo apresentam complicações iguais às da gripe comum. A grande maioria já está curada e retomou suas atividades normais.
O que fazer para não pegar a nova gripe?
Com medidas simples você pode se prevenir. Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com lenço descartável. Lave sempre as mãos com água e sabão. Não compartilhe copos, toalhas e outros objetos pessoais.
Quando procurar atendimento médico?
Se você estiver com febre acima de 38ºC, tosse, acompanhada ou não de dor de garganta, procure o seu médico ou a unidade de saúde mais próxima.
Persistindo os sintomas, retorne imediatamente a uma unidade de saúde.
A nova gripe tem tratamento?
Tem sim. A rede do Sistema Único de Saúde – SUS está preparada para atender os casos e tratar, quando indicado. Em caso de suspeita, procure seu médico ou uma unidade de saúde.

Fique ligado
Saiba mais acessando os sites abaixo:

» Ministério da Saúde
» Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul
» SOS Gripe

» Higienizar as mãos com água e sabonete antes das refeições, antes de tocar os olhos, boca e nariz e após tossir, espirrar ou usar o banheiro;
» Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies;
» Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis) a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, para evitar disseminação de aerossóis;
» Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem evitar aglomerações e ambientes fechados;
» Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem evitar entrar em contato com pessoas suscetíveis. Caso não seja possível, usar máscaras cirúrgicas;
» Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem ficar em repouso, utilizar alimentação balanceada e aumentar a ingestão de líquidos;
» Manter os ambientes ventilados;
Fonte: Gazeta do Sul - 05/08/2009