24 de out de 2013

Índice de Desenvolvimento Humano Atlas Brasil 2013 Fonte: Pesquisa Mundi




Posted: 23 Oct 2013 05:30 AM PDT


Vista aérea de Manaus, que será uma das sedes da Copa do Mundo 2014. Foto: Chico Batata/Agecom


Os 200 indicadores socioeconômicos do Atlas Brasil 2013, incluindo o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), serão calculados para o nível intramunicipal de 16 regiões metropolitanas brasileiras. São elas: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Recife, Belém, Manaus, Goiânia, Vitória, Cuiabá, São Luís e Natal.

Os novos dados seguiram o modelo da plataforma do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, lançada em julho deste ano.

“O trabalho é pioneiro no Brasil e vai permitir fazer análises das desigualdades dentro das regiões metropolitanas”, conta Daniela Gomes Pinto, coordenadora do Atlas Brasil 2013 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

“Essa análise é fundamental para municípios metropolitanos. Nas grandes cidades, por exemplo, é possível encontrar os maiores e menores IDHMs do país, o que ajuda na formulação de políticas públicas mais focadas ou ainda a identificar bolsões de carências dentro de áreas supostamente ricas”, explica.

Mais de 300 pessoas estão envolvidas neste trabalho, que será resultado de parcerias com 16 instituições estaduais de pesquisa e estatística, apoiando na construção das divisões intrametropolitanas para que sejam validadas como “unidades de desenvolvimento humano” – o que se aproxima do conceito de bairros.

A expectativa é de que os dados intramunicipais do IDHM e de outros indicadores para as 16 regiões metropolitanas do país sejam lançados no primeiro semestre de 2014.

O IDHM e o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013

O IDHM é uma adaptação metodológica do IDH Global para o nível municipal, utilizando outra base de dados — neste caso, os Censos do IBGE — e outra metodologia de coleta de dados, o que torna impossível a comparação entre os dois. Ambos agregam as dimensões longevidade, educação e renda, mas com diferentes indicadores e base de dados para retratar estas dimensões.

A equipe técnica e os parceiros envolvidos neste projeto organizaram a revisão metodológica e conceitual do IDHM – por meio de oficinas com mais de 40 especialistas brasileiros –, compatibilizaram as áreas municipais que sofreram transformações de 1991 até 2010 e analisaram os dados extraídos dos Censos Demográficos do IBGE de 2010, 2000 e 1991.
O Atlas Brasil 2013 — www.atlasbrasil.org.br – é um site de consulta ao IDHM e a mais de 200 indicadores de desenvolvimento humano dos municípios e estados brasileiros. O trabalho é resultado de uma parceria entre PNUD, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Fundação João Pinheiro (FJP).
                                                                                                                                         Email delivery powered by Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário