21 de dez de 2013

A sala dos 13 sonhos

Aqui, uma foto dos meus queridíssimos afilhados: Primeira turma de formandos do ensino médio da E.E.E. Médio Nossa Senhora da Esperança. Há aproximadamente 3 anos que não estou mais lá (atualmente estou lotada na Escola Rosário) e, mesmo assim, fui agraciada pelo convite para ser Paraninfa. Fiquei muito feliz. Estou feliz. Serei eternamente feliz. A seguir, discurso que fiz em alguns minutos, o mesmo está disponível para ser socializado. Nada é meu, a inspiração foi dos queridos afilhados e leituras que fiz, faço, refaço, "transfaço" mas não desfaço.
Excelentíssimo Sr. Roque Kreutz, diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Nossa Senhora da Esperança. Demais autoridades. Senhoras e Senhores. Boa Noite. Meus queridos afilhados, sinto-me honrada pela oportunidade que vocês me concederam de estarmos juntos neste dia de comemoração. Foram anos em salas de aulas, desde as primeiras letras auxiliadas pelas mãos de hábeis professoras até as complicadas abordagens no final do Ensino Fundamental e durante o Ensino Médio. Muitos foram os que se perderam no caminho, mas vocês estão aqui, desafiaram o tempo e o espaço. São vitoriosos! Meus parabéns. O pregador Eclesiastes falando sobre o tempo, afirmava haver para todas as coisas, um tempo determinado. O tempo hoje é de comemoração, de alegria, de regozijo. A maioria das pessoas afirma que o bem supremo do homem é a felicidade. Quando o jovem Karl Marx realizava seu exame final de língua alemã no Ginásio de Treves, seu professor mandou-o dissertar sobre o tema: “Reflexões de um jovem a propósito da escolha de uma profissão”. Marx desenvolveu ali duas ideias que deveriam acompanhá-lo por toda a vida. A segunda, era a ideia de que existem obstáculos e dificuldades que fazem com que a vida das pessoas se desenvolva em parte sem que elas tenham condições para determiná-las, mas a primeira era a de que o homem feliz é aquele que faz os outros felizes; a melhor profissão, portanto, deve ser a que proporciona ao homem a oportunidade de trabalhar pela felicidade do maior número de pessoas. Felicidade é doar os dons que recebeu. A felicidade só existe se for compartilhada, portanto precisamos viver com os outros, para os outros, e nos posicionarmos por algo maior que nós mesmos. A vida é uma recíproca troca. “Tudo que conquistamos se torna mais valioso se compartilhado com pessoas especiais que de alguma forma foram fundamentais para o nosso sucesso” Alguns sociólogos afirmam que a natureza nos fez bons, outros que nos tornamos bons pelo hábito, outros ainda pela instrução. Os dotes naturais, evidentemente, não dependem de nós; quanto as palavras e a instrução, receamos que elas não sejam eficazes em relação a todas as pessoas, mas que "a alma de quem aprende deve primeiro ser cultivada por meio de hábitos que induzam quem aprende a gostar e a desgostar acertadamente à semelhança da terra que deve nutrir a semente". Que eu, nós, vocês, principalmente vocês queridos afilhados possam cultivar a semente do hábito. O velho oráculo não cansa de lembrar-nos: “pensamento gera ação, ação gera hábito, hábito gera caráter e caráter gera o destino”. Somos responsáveis por nosso destino. Eu pensava que o futuro era algo estático, sólido, fixo, hermético, descobri que tudo é fluido. Você pode sonhar grande ou sonhar pequeno. Os caminhos são infinitos, os resultados incertos. As falhas e obstáculos no caminho são necessários para nossa aprendizagem. Há pouco aprendizado no sucesso. O importante é que cada adversidade , torne-se um estímulo, que cada insucesso uma lição de vida, que cada vitória e conquista um impulso para ir mais longe em busca de novos sonhos. As partículas atômicas tem comportamento dual: ora onda, ora partícula. 99,9% do átomo é vazio e onda, só 1% é matéria (isso significa que o tudo é quase nada, mas é um nada inteligente). Não há lugar, não há tempo, há apenas os limites da nossa consciência, portanto, sejam audaciosos, sejam sonhadores, sejam criativos, sejam persistentes, e acima de tudo sejam muito dedicados. “A vida precisa se tornar uma dedicação, somente então haverá sentido. O sentido vem através da dedicação, e quanto maior o objeto de dedicação, maior será o sentido”. Todos sabemos que nosso medo mais profundo não é o de não sermos bons o suficiente. “Nosso medo mais profundo é o de sermos poderosos além das medidas. Por isso nos perguntamos quem somos para nos considerarmos brilhantes, maravilhosos, talentosos e fabulosos. Na verdade quem não somos? Estamos todos aqui para irradiar como fazem as crianças, e à medida em que deixamos a nossa luz brilhar, inconscientemente, damos aos outros permissão para que brilhem também.” Para que isso ocorra, reitero 3 conselhos primordiais e incansavelmente falado em sala de aula por todos os colegas professores que deverão ser considerados de agora em diante: 1º conselho: estudem, 2º conselho: estudem, 3º conselho: estudem. Nunca parem de estudar, de ler, de aprender, de se movimentar, pois “quem não se movimenta não sente as correntes que o aprisionam”. Estamos em constante movimento, "nada é permanente, exceto a mudança". Állivan sempre brincalhão e um excelente atleta, Angélica muito dedicada e participativa, Darlen atencioso e prestativo, Etiane esforçada e responsável, Jacson sempre muito atento e querido por todos, Karina foi voltou, ficou para fazer parte do terceirão, Julia esforço recompensado, Larissa atenciosa, estudiosa, Lucas sempre presente e um ótimo amigo, Maiara esforçada, querida, prestativa e muito ativa, Natália sempre disposta a colaborar, Rafaela quietinha e muito dedicada, Tassiani esforçada, responsável e de iniciativa. Meus queridos afilhados da “sala dos 13 sonhos”, lembrem-se de que o sonho de ontem é a esperança de hoje e a realidade de amanhã. Eduardo Galeano já dizia: “Somos o que fazemos, mas somos principalmente aquilo que fazemos para mudar o que somos”, lembrem-se do passado, valorizem o presente e apostem/sonhem com o futuro, porque afinal, os melhores anos de suas vidas ainda estão por vir. Adoro vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário