20 de dez de 2009

Notas de "Caim"

"...Além disso, como já nesta época era sabido, a carne é supinamente fraca, e não tanto por sua culpa, pois o espírito, cujo dever, em princípio, seria levantar uma barreira contra todas as tentações, é sempre o primeiro a ceder, a içar a bandeira branca da rendição..." pág. 55

"A história dos homens é a história dos
seus desentendimentos com deus,
nem ele nos entende a nós,
nem nós o entendemos a ele."
pág. 88

"Não sabes a força que têm os anjos, com um só dedo levantariam uma montanha, o que me vale é serem tão disciplinados, não fosse isso e já teriam organizado um complô para me deporem, Como satã, disse caim, Sim, como satã, mas a este já lhe encontrei a maneira de o trazer contente, de vez em quando deixo-lhe uma vítima nas mãos para que se entretenha, e isso lhe basta." pág.153
By José Saramago
A página 79 do livro é extremamente curiosa, nela o autor, literalmente, solta o verbo! §*&$%+@#
Achei o livro caricato e pouco criativo, mas vale a pena a leitura.

3 comentários:

  1. Gostei muito desse livro. Não é dos melhores do Saramago, mas mesmo os livros inferiores dele são ótimos.

    ResponderExcluir
  2. Espero que ele publique ao menos mais um livro...

    ResponderExcluir