22 de jul de 2012

Desejo x fantasia x Vida

Encontro este trecho na internet. Sei que é parte do filme "A vida de David Gale". No início do filme, Gale, em uma aula de Filosofia, faz uma pequena fala sobre temas diversos como Lacan, fantasias, desejos, etc. Nunca levo o filme para a escola (quando trabalho temas polêmicos como Pena de Morte) porque respeito a Classificação dos filmes. Preciso assistir novamente, para xecar as informações que por ora, reproduzo.

"Entendem a idéia de Lacan: As fantasias têm de ser irreais. Porque no momento, no segundo que consegue o que quer… não quer, não pode querer mais. Para poder continuar a existir o desejo tem de ter os objetos eternamente ausentes. Vocês não querem ”algo”, querem a fantasia desse ”algo”. O desejo apóia fantasias desvairadas. Foi essa a idéia de Pascal ao dizer que somos realmente felizes quando sonhamos acordados com a felicidade futura. Daí o ditado: ”O melhor da festa é esperar por ela”. Ou: ”Cuidado com seus desejos”. Não pelo fato de conseguir o que quer, mas pelo fato de não querer mais depois de conseguir.
Então, a lição de Lacan é: Viver de desejos não traz a felicidade. O verdadeiro significado de ser humano é a luta para viver por idéias e ideais. E não medir a vida pelo que obtiveram em termos de desejos, mas pelos momentos de integridade, compaixão, racionalidade e até auto-sacrifício. Porque no final a única forma de medir o significado de nossas vidas é valorizando a vida dos outros."


Nenhum comentário:

Postar um comentário