28 de mai de 2008

Olhar

Fecho os olhos e aspiro a cor do papel
Folhas caem no chão
Um raio de sol cai pela janela
ferindo o meu olhar
Olhar ferino
que crê
e não vê
não sabe olhar
olhar cego
ego
olhar do mesmo
olhar do mesmo outro
Dorme livro
sono
olhar
mar
ar
só resta sonhar

Nenhum comentário:

Postar um comentário