6 de ago de 2008

Antiga

Uma mistura de Jórsocles, correu de uma época passada para um momento presente.
Levou 35minutos para chegar... trôpega, suada, mas levemente iluminada.
Chegou sem "brochuras", ofegante, mas confiante na Iluminura.
Que surpressa, que decepção, não conseguiu se portar como uma boa anfitriã...
A convidade lá estava, sozinha, altiva, sempre querida, uma verdadeira cidadã.

E a parte atrapalhada, sorria de contentamento
enquanto a certinha tentava lembrar tudo o que tinha lido
uma frase aqui, um pensamento ali, uma conexão lá
Não conseguia balbuciar uma frase 'nexa' sequer
Tem lugar, que não cabe a ela "meter a colher".

Queria fazer belos discursos
falar até me cansar
contar histórias e estórias
Ter quem tivesse a fim de escutar
Mas cada dia que passa, descubro snif, snif, snif....
que só sirvo para amar!

Vou recomeçar
vou tentar viver
ter experiências
nunca antes sentidas

viver mais e mais
e antes de partir
amar o mundo na chegada
...ou na partida

Nenhum comentário:

Postar um comentário