13 de ago de 2008

O Tempo é de Férias, e o Vento é de frio

Hoje, 13 de agosto, quarta-feira é meu primeiro dia de férias da Biblio!
Pela manhã, começou tudo diferente....vou de carro para a escola, mas hoje fui de ônibus, coisa que não costumo fazer. Alguém dormiu na parada, ou parada, dormiu na cama?? O importante é que fui de ônibus, quer saber: ADORO andar de ônibus....sacode tudo, tudo que está fora do lugar vai para o lugar, as idéias, a gordura, os excessos, o orgulho etc e tal e por falar em orgulho, fiquei muito orgulhosa da vice que não titubeou e foi sozinha de carro para a Escola! Ei!? Ei!!! Cadê os caminhões!!!
Tive uma aula m a r a v i l h o s a com crianças normais, nem mais nem menos. Simplesmente normais. Tive uma tarde inteiiira com Ana Terra e o Capitão Rodrigo...algumas horas de "tempo e vento" e senti uma alegria imensa por existir.

"A vida vale a pena ser vivida apesar de todas as suas dificuldades, tristezas e momentos de dor e angústia. O mais importante que existe sobre a face da terra é a pessoa humana. E surpreender o homem no ato de viver é uma das coisas mais fantásticas que Deus nos permitiu."
Érico Veríssimo.


Hammm, hoje tive sorte! sem poluir, sem consumir, sem ostentar. Ufa!!! vivo fazendo tantas coisas que esqueço às vezes de usufrir tanta vida...eta...felizmente alguém (no meio do Tempo) me ligou!... Ventos bons sopram. Amanhã ou depois agarro minha sorte com as três mãos....só que para isso terei que entrar numa caixa e para entrar na caixa, terei que entrar em um fila, e para entrar na fila, terei que esperar. Já tive pressa, hoje, não tenho pressa. Tudo passa, como o vento, o que era hoje já não é mais amanhã, o que era amanhã, já não será mais depois. A sorte estará sempre lá, com a minha ida....humm, na caixa, na fila, do tempo, do vento, não será a própria vida ???


Cuidado Jorce, "de modo que ninguém, sendo mortal, pode considerar-se feliz, antes de ter chegado, isento de desgraças, ao último dia de vida." Corifeu.
N.

Nenhum comentário:

Postar um comentário