27 de mar de 2009

...Tem paciência se obscuros. Calma, se te provocam...

"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfí­cie intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário. Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.Tem paciência se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume com seu
poder de palavra e seu poder de silêncio."
Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário