8 de nov de 2008

Vozes d'África, de Castro Alves


O único poema extenso que eu fazia questão de copiar nos meus cadernos de colegial é o que segue.

Hoje não mais copio, hoje acrescento um link. Afinal, estamos na era digital em que basta um clique para add e deletar, para incluir e excluir, para selecionar e refugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário