19 de fev de 2009

Incômodos diários

Algumas coisas, às vezes me incomodam
unhas mal feitas
cabelo desgrenhado
falta de fé,
pés no chulé

+ nada + me incomoda
do que aquela que quando criança
apanhou algumas boas tundas

Eu quase não a vejo,
mas a sinto
a percebo
e noto nos reflexos
dos olhares

sinto-a pesada,
carregada, temerária
carrega um pouco de mim
olhos reais e olhos imaginários

Fico desacomodada,
e ao meu modo
atrapalhada, incomodada

Ela não está nem aí,
afinal, nem pensa
só é impulsionada a pular
tremer e pular...

e eu fico morrendo de vergonha.
___________________

Ás vezes sinto vontade de andar dentro de um barril como um filósofo de tempos idos...
Não se enganem, é patético, pateta, enquanto não posso rolar dentro de um barril, criarei a maldita vergonha e farei uma bendita dieta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário