20 de fev de 2009

Sempre chove no carnaval

Chove sobre Santa Cruz
meu coração está aos pulos
amanhã pularei em outras avenidas

A chuva pula do céu
e a gota pula na sacada

Meu olhar pula prá molhar a chuva que cai
Seguro o meu olhar por um instante, e vejo:

Minha essência está em silêncio
observando tanto pulular
mas querendo a solidão da liberdade

Chove sobre Santa Cruz.
Tacho vendo, em toda a cidade.
____________
É.... me deixe ser livre!
Í... me deixe ser só!

Nenhum comentário:

Postar um comentário